Início Portugal Faleceu Freitas do Amaral, fundador de um partido político

Faleceu Freitas do Amaral, fundador de um partido político

2 min lido
0
0
64

A direita não lhe perdoou as mudanças de percurso como a esquerda nunca esqueceu a sua origem. Esteve a pouco mais de 138 mil votos de ser Presidente da República, mas o PSD, parceiro da candidatura de Prá Frente Portugal!, pôs a chancela do falhanço pessoal no insucesso das eleições mais renhidas para Belém.

Por um ano foi presidente da Assembleia-Geral da ONU e por duas vezes foi ministro dos Negócios Estrangeiros, a última das quais num executivo de José Sócrates. Desfilou em protestos e abaixo-assinados contra a guerra do Iraque e a troika. A direita condenou-o ao ostracismo.

E a esquerda via-o com condescendência. Fundou um partido e morreu politicamente só.

Observando a sua trajectória, Freitas fez o balanço: “Houve uma primeira fase em que, com o país demasiado virado à esquerda, acentuei sobretudo valores de direita. E uma segunda fase em que, julgando eu que o país estava demasiado virado à direita, acentuei sobretudo valores de esquerda.” A sua explicação de fiel da balança parece linear, mas a laboriosa geometria variável na política não estava, então, na moda. Nem era bem vista.

Ver mais artigos relacionados
Ver mais de redacao
Ver mais em Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verifique também

Tempestade na Madeira para este domingo colocam a ilha de alerta

De acordo com a previsão descritiva do IPMA, a Madeira está debaixo de um aviso amarelo de…